Tarsilinha: a diretora Célia Catunda fala sobre a animação mais esperada do ano 

No segundo dia da Mostra, Célia foi a convidada do ‘Encontros de Cinema Infantil’ e mostrou o processo de produção do filme infantil inspirado na arte da pintora brasileira, Tarsila do Amaral. 

Tarsilinha, com direção de Célia Catunda

O filme infantil brasileiro mais esperado do ano sem dúvidas é o Tarsilinha, com direção de Célia Catunda e produzido pela Pinguim Content. O longa é inspirado na obra de Tarsila do Amaral e por conta da pandemia o lançamento foi adiado para 2021. Convidada da Mostra, a diretora falou sobre suas produções e mostrou detalhes da construção de Tarsilinha. 

“A própria família da Tarsila nos procurou para criar uma personagem que levasse o mundo da pintora para as crianças. Então decidimos que mais do que uma série, a Tarsila merecia ir para as telas de cinema”, contou Célia. 

Um dos desafios da equipe de produção foi transportar as expressões artísticas da pintora para o digital e por isso decidiram criar a animação em 3D. “Não queríamos fazer quadros que se animassem, fazer simplesmente um movimento para as telas dela. Estudamos os desenhos originais da pintora e buscamos criar um universo em que fazia sentido a Tarsila estar”, afirmou a diretora.

A obra conta a história de Tarsilinha, uma menina de 8 anos que embarca em uma jornada para recuperar as memórias roubadas da mãe. O roteiro faz um paralelo com a segunda fase de Tarsila do Amaral, chamada de ‘Antropofágica’. Nessa época, a artista pintava temas relacionados ao imaginário, aos sonhos e lembranças de infância.

Engana-se quem acha que o filme é direcionado exclusivamente para as crianças. “É uma aventura, dá pra ser compreendida pelas crianças, mas é um filme para adultos que tem uma certa profundidade”, avisa Célia. 

O filme está sendo finalizado e o lançamento está previsto para 2021. Inicialmente, Tarsilinha vai passar nos cinemas, mas segundo Célia Catunda, a animação vai ser disponibilizada nas plataformas de streaming. 

Outras produções

Célia Catunda tem um currículo de peso no quesito animação infantil. A diretora é uma das criadoras do Peixonauta, um peixinho astronauta que, a cada episódio, resolve problemas ligados à sustentabilidade. Outra produção de sucesso é o Show da Luna, o desenho que discute temas de ciências é protagonizado por uma garota que sonha em ser cientista. O seriado que foge dos estereótipos é exibido em 96 países. 

“O público infantil é o público em fase de formação e dar um conteúdo em que ele possa se identificar faz toda diferença até na autoestima das crianças”, finalizou Célia. 

Encontros de Cinema Infantil

Os Encontros são bate-papos com diretores renomados e acontecem todos os dias, às 19h. 

A transmissão é ao vivo e gratuita.

Acesso pelo site e youtube da Mostra. 



Faça parte da nossa lista!

Receba notícias atualizadas sobre a Mostra

    Aceito receber emails da Mostra de Cinema Infantil

    logomarcas patrocinadores e realizadores
    Mostra de Cinema Infantil