Notícias

Quando crianças têm a oportunidade de se apropriar da mídia para gerir e criar seus próprios produtos de comunicação, os resultados são surpreendentes. A Fundação Casa Grande, organização não-governamental localizada no município de Nova Olinda (CE), abraçou a idéia e está provocando uma revolução cultural na sertão do Cariri. Nessa escola de currículo inusitado, meninos e meninas são protagonistas na produção de programas de tevê e rádio, peças teatrais, edição de livros e em projetos vinculados à museologia, entre outras iniciativas.

Solange Lima, do CNPC: pela democratização do acessoNesta sexta, 11 de julho, das 9 às 18 horas, a 7ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis promove o 2º Fórum de Políticas Culturais voltadas para a Infância, no Centro Integrado de Cultura (CIC). Em debate, a democratização do acesso ao cinema, o uso do audiovisual nas escolas e a apropriação das mídias pelas crianças, entre outros assuntos.

A 7ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis promove nesta sexta, 11 de julho, o 2º Fórum de Políticas Culturais voltadas para a Infância. Especialistas em várias áreas de atuação vão debater a apropriação das mídias pelas crianças, a democratização e o uso do audiovisual nas escolas, proposto em projeto de lei pelo senador Cristovam Buarque (PDT-DF). Há pouco mais de um mês o senador apresentou um PL que obriga escolas da rede pública a utilizar produções brasileiras em sala de aula.

Nesta terça-feira, 8 de julho, das 9 às 18 horas, 15 professores de escolas públicas e particulares participam de uma oficina sobre realização audiovisual, no Centro Integrado de Cultura (CIC), dentro da programação da 7ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis. A ministrante, Melina Curi, formada em cinema pela Unisul, conta que a proposta é transmitir informações sobre teoria e prática da realização de vídeos e a importância da utilização do audiovisual na sala de aula.

Neste sábado, 5 de julho, a 7ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis fez uma homenagem especial ao centenário da imigração japonesa no Brasil. A organizadora dessas atividades foi Hisae Kaneyoa, com o apoio da Associação Nipo-Catarinense. Bambus, quimonos e até os tradicionais tamancos de madeira deram um ar diferente para o Centro Integrado de Cultura.

A 7ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis preparou uma programação especial para o público jovem, a partir de 12 anos, dentro da proposta de uma formação continuada para a sétima arte. "Percebemos que nosso público, que acompanha a Mostra deste o começo, já está crescidinho. Por isso organizamos uma programação bem interessante para eles também", conta Luiza Lins, diretora do evento.

A arte da dublagem é destaque neste final de semana dentro da programação da 7ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis. No sábado, 5, e domingo, 6, o ator e dublador Leonardo Camillo vai mostrar como se coloca voz nos personagens dos filmes.

A 7ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis faz uma homenagem especial a Franklin Cascaes (1908-1983) por ocasião do centenário de seu nascimento. Desenhista, escultor, escritor, pesquisador e professor, Cascaes realizou um rico registro da cultura dos descendentes de açorianos na Ilha de Santa Catarina. Um pouco desse trabalho pode ser apreciado na exposição de desenhos "Mitologia Marinha" e no livreto "Vassoura Bruxólica", conto do artista que foi adaptado para crianças por Gilka Girardello, com ilustrações de Fernando Lindote e projeto gráfico de Vanessa Schultz.

Na tarde de quarta-feira, 2 de julho, 220 crianças se acomodaram nas cadeiras do Clube 7 de Setembro, em Palhoça - região metropolitana da capital - para mais uma sessão itinerante da 7ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis. Muitas delas, vindas de bairros carentes, tiveram que caminhar meia hora para chegar ao local da exibição. O esforço compensou. Quando as luzes se apagaram, a tela iluminada se refletiu em olhos brilhantes de encantamento. Em um município onde as opções culturais para o público infanto-juvenil são quase inexistentes, 1.200 crianças foram beneficiadas nos últimos dias.

O chargista e artista gráfico Frank Maia vai ministrar uma oficina de flipbook no domingo, 6 de julho, em três horários, dentro da programação da 7ª Mostra de Cinema Infantil. A proposta é trabalhar o princípio básico da animação para o cinema: a ilusão de ótica que transforma imagens estáticas em movimento.

Faça parte da nossa lista!

Receba notícias atualizadas sobre a Mostra

    Aceito receber emails da Mostra de Cinema Infantil

    logomarcas patrocinadores e realizadores
    Mostra de Cinema Infantil