Circuito de Cinema Infantil abre inscrições para profissionais da educação e cinema

Estão abertas as inscrições para o Circuito de Cinema Infantil 2021. Este ano, o evento comemora a décima edição com programação especial para profissionais da educação e interessados em cinema e infância entre os dias 14 e 19 de junho.

O Menino Leão e a Menina Coruja, um dos cinco curtas que vai ser disponibilizado no evento.

O evento terá oficinas de audiovisual e animação, conversas com intelectuais renomados do Brasil para debater a representatividade das diferentes infâncias brasileiras nas telas , exibição do aclamado longa Liyana, obra premiada dos diretores Aaron e Amanda Kopp e ainda o lançamento de cinco novos filmes no canal da Mostra de Cinema Infantil no Youtube. Gratuito e acessível em LIBRAS e audiodescrição. Profissionais da educação e gestores culturais podem se inscrever pelo site.

O Circuito de Cinema Infantil começou como uma ação complementar da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, um dos principais eventos do gênero no país. Foi criado com o propósito de democratizar o acesso aos filmes exibidos na Mostra e hoje se consolida como um projeto que apoia profissionais da educação por meio de formação e do fortalecimento do audiovisual como recurso educativo. Em 2020, com a pandemia, o evento teve a primeira edição virtual, com cursos de formação, debates e exibição de curtas. Depois do recorde de público, o Circuito terá mais uma vez uma programação on-line e robusta em 2021.

— Ao mesmo tempo em que vivemos um momento complexo com a pandemia, vemos pautas sendo repensadas e movimentos muito importantes principalmente da população negra e dos povos indígenas. E o Circuito vem para olhar para isso. Nosso propósito é inspirar os professores e professoras, fortalecê-los. Trazer conteúdos importantes para reflexão da sociedade atual. E também levar um pouco de alegria. A arte salva e acho que nunca precisamos tanto — afirma Luiza Lins, diretora da Mostra.

Oficinas de animação e audiovisual para educadores

Entre os dias 14 e 17 de junho, o Circuito promove duas formações práticas para professores, professoras e profissionais interessados em cinema e educação. A primeira será no dia 14, com o Coletivo Móbile Educacional. O grupo apresenta a oficina O audiovisual em contextos educativos: a construção do olhar, que apresenta possibilidades para inspirar práticas educativas por meio do audiovisual. Esse workshop é dividido em duas partes, ministradas nos turnos matutino e vespertino.

De Santa Catarina, o Coletivo Móbile Educacional é formado pelas educadoras e pesquisadoras Juliana Müller, Lídia Coutinho, Karine Joulie e Silviane Avila. O grupo se dedica à formação de educadores no contexto da cultura digital.

Nos dias 15, 16 e 17, no período matutino, ocorre a Oficina de Animação, com o Instituto Marlin Azul. A proposta é ensinar o passo a passo da produção de um curta-metragem e da técnica stop motion, além de promover um exercício de experimentação de animação livre usando um aplicativo.

O Instituto de Desenvolvimento Social e Gestão de Produção Cultural, Artística e Audiovisual Marlin Azul é uma ONG capixaba que desenvolve ações sociais comprometidas com a cultura, a arte e a educação por meio da democratização do acesso aos bens audiovisuais.  

As inscrições para as oficinas e conversas do Circuito seguem abertas até a abertura do evento (dia 14) e dão direito a certificado mediante participação de no mínimo 10 horas de programação. Podem ser feitas aqui pelo site. Serão transmitidas ao vivo pelo no YouTube da Mostra de Cinema Infantil e também ficarão disponíveis no canal para quem não puder acompanhar na hora.

Cinco dias de Conversas

Helena Singer

Helena Singer

As múltiplas infâncias do Brasil — dos povos indígenas, dos ribeirinhos, das crianças do interior, das áreas rurais e urbanas, entre tantas outras — serão debatidas ao longo de cinco dias durante o Circuito, sempre com a participação de convidados especiais. A abertura no dia 14 será sobre Pandemia, escola e outros agentes da educação, com a presença da socióloga Helena Singer, vice-presidente da Ashoka para América Latina e membro do Conselho Municipal de Educação de São Paulo. Também participam Maria Thereza Marcílio, presidente da Avante Educação e Mobilização Social, e representantes da Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis.

Jozileia Kaingang

Jozileia Kaingang

Na terça (15), a conversa será sobre Povos indígenas: conhecer, respeitar e se encantar, com a presença da professora e antropóloga Jozileia Kaingang, do escritor e líder indígena André Baniwa e da antropóloga e cineasta Rita da Silva. Na quarta (16), os convidados Mayana Nunes, doutoranda em Antropologia Social; Anderson Lima, cineasta e educador; e Roselete Aviz, doutora em educação, debatem o tema Descolonizando Olhares.

 No dia 17, a conversa será sobre Imagem, Infância e Cultura Popular, com a participação dos produtores e diretores do documentário Território do Brincar, Renata Meirelles e David Reeks. Eles farão uma retrospectiva do projeto. O doutor em educação e representante da Secretaria Municipal de Educação Nado (Reonaldo) Manoel Gonçalves, figura reconhecida em Florianópolis pelo trabalho com cultura popular, também é convidado.

Andre Baniwa

André Baniwa

O encerramento do ciclo de conversas será na sexta (18), com um papo sobre Séries de animação para todas as infâncias. Aída Queiroz, diretora de animação da série Mulheres Fantásticas e também diretora do Anima Mundi participa ao lado de Hygor Amorim, criador e diretor da série de animação infantil Mytikah – O Livro dos Heróis, e Renato Noguera, roteirista e pesquisador de infância, roteirista, compositor do Projeto multimídia Nana & Nilo.

As conversas serão transmitidas ao vivo pelo YouTube da Mostra de Cinema Infantil e ficarão disponíveis no canal para quem quiser assistir depois.

O Circuito de Cinema Infantil 2021 tem patrocínio, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, da BAESA – Energética Barra Grande S/A, da Celesc – Centrais Elétricas de Santa Catarina e da Enercan – Campos Novos Energia S.A.  A realização é da Secretaria Especial da Cultura – Ministério do Turismo, Governo Federal. A coordenação é da Lume Produções Culturais e a direção geral de Luiza da Luz Lins.

Coletânea de curtas-metragens

Além das formações, o Circuito lança uma nova coletânea de curtas-metragens brasileiros. São cinco títulos legendados e acessíveis em LIBRAS e audiodescrição que fazem parte do acervo da Mostra: As aventuras de Pety, de Anahí Borges (SP, animação, 2019, 14 min); Dono de Casa, de Anderson Lima (MG, ficção, 2018, 8 min); Lé com Cré, de Cassandra Reis (SP, animação, 2018, 5min); O Menino Leão e a Menina Coruja, de Renan Montenegro ( DF, ficção, 2017, 16 min); e Dela, de Bernard Attal (BA, ficção, 2018,8min). 

Essa seleção poderá ser assistida a partir do dia 14 de junho no YouTube da Mostra e se junta às dezenas de outras obras disponíveis no canal. Os filmes também estarão no DVD 17 do Circuito, que será distribuído ainda este ano para escolas que tiverem interesse, especialmente as que não têm acesso à internet.

Agende-se

10º Circuito de Cinema Infantil
De 14 a 19 de junho
100% on-line e gratuito – Inscreva-se já!
Evento emite certificado mediante 10 horas de participação nas oficinas e conversas
Transmissão ao vivo pelo YouTube da Mostra de Cinema Infantil



Faça parte da nossa lista!

Receba notícias atualizadas sobre a Mostra

    Aceito receber emails da Mostra de Cinema Infantil

    Mostra de Cinema Infantil