Protagonismo das crianças no palco e no júri

Protagonismo das crianças no palco e no júri


Neste ano, o protagonismo das crianças na Mostra de Cinema Infantil vai além das telas e do público. Meninas e meninos sobem ao palco para apresentar o evento junto com a atriz Raquel Stüpp. Pela primeira vez, elas e eles também vão integrar o time de jurados para a escolha do Melhor Filme que receberá o Prêmio Especial das Crianças.

Integram o júri infantil Marina Pereira Koehler, 11 anos, Fabiana Martins Alflen, 11, Guilherme Alves de Souza, 12, Davi Trancredi Lopes, 10, e Helena de Lara Dutra, 11. No time de apresentadores estão Davi Machado Sheidt, 10, Camila Araújo, 12, João Otávio da Costa, 9, e as juradas Marina e Fabiana.

As crianças escolhidas estão envolvidas de alguma forma com a arte, são alunos de teatro, atores e modelos fotográficos, alguns deles já participaram como personagens de filmes infantis exibidos na Mostra. É o caso de Davi Tancredi que contracenou no curta “Nham Nham, a Criatura”, de Lucas de Barros, premiado na última edição, e no “Fim da Trama”, de Patrícia Monegatto, que está na programação deste ano.

“Estou nervoso, já que é uma grande responsabilidade escolher um filme. As pessoas têm gostos diferentes, então pode ser difícil chegar a um consenso. A parte mais divertida vai ser assistir todos eles (filmes)”, conta Davi com entusiasmo.

A jurada e apresentadora Fabiana, estudante de teatro, está ansiosa e diz que nunca fez nada parecido. O divertimento dela nos fins de semana é assistir filmes, especialmente nacionais. “Gosto de filmes nacionais porque a história é contada aqui e, assim, é mais próxima do meu dia a dia”, revela.

Luiza Lins, diretora da mostra, fala que o protagonismo das crianças em todas as frentes revela o amadurecimento do evento que comemora 15 edições. “Reforça o objetivo que é promover o cinema nacional brasileiro feito por crianças e voltado para elas, democratizando o acesso desde a primeira infância”, afirma.

Cada um dos cinco integrantes do júri infantil vai assistir aos 57 curtas nacionais e estrangeiros da mostra competitiva deste ano. Eles receberam uma pasta com a sinopse de todos os filmes e as fichas para o preenchimento das notas de 1 a 5, de acordo com as categorias história, imagens e direção. O desafio é escolher cinco peças para a decisão final que vai ocorrer em reunião com a diretora.

O júri adulto, técnico, vai escolher a Melhor Ficção e a Melhor Animação, o júri infantil o Melhor Filme, que receberá O Prêmio Especial das Crianças, e o público (crianças e adultos) vai escolher também o Melhor Filme, segundo o júri popular. A sessão com os mais votados ocorre às 16h, no último dia de mostra, 10 de julho, no Teatro Pedro Ivo.

 

Guilherme Alves de Souza, Davi Trancredi Lopes e Davi Machado Sheidt (ao fundo), Camila Araújo, Marina Pereira Koehler, João Otávio da Costa, Fabiana Martins Alflen (meio) e Helena de Lara Dutra e Luiza Lins (frente).
Guilherme Alves de Souza, Davi Trancredi Lopes e Davi Machado Sheidt (ao fundo), Camila Araújo, Marina Pereira Koehler, João Otávio da Costa, Fabiana Martins Alflen (meio) e Helena de Lara Dutra e Luiza Lins (frente).

Foto: Kélen Oliveira

Deixe seu comentário