Secretária do MinC discute Economia Criativa em SC

O Brasil ainda precisa achar seu próprio caminho, criar seu próprio conceito de economia criativa e descobrir como desenvolver esse segmento. Com o Seminário Cultura como elemento transformador da sociedade, promovido pela Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis e pela Federação dos Municípios de Santa Catarina (Fecam), o Estado deu os primeiros passos no sentido ampliar e discutir o tema.

Uma das palestrantes foi a secretária de Economia Criativa do Ministério da Cultura, Cláudia Leitão, que abordou o empreendedorismo e o desenvolvimento econômico das cidades por meio da cultura. A secretaria desenvolve uma pesquisa de indicadores e de metodologias para obtenção de dados dessa nova economia.

Com números, diz Cláudia, vai ser possível desenvolver novas linhas de crédito para fomentar empreendimentos criativos. “Estamos trabalhando com uma economia do intangível, do simbólico em que a cultura é o eixo principal”, diz a secretária. Em sua palestra, ela enfatizou que a economia criativa estabelece outra visão de crescimento, trabalhando com geração de trabalho, emprego e renda, mas promovendo prioritariamente a inclusão social, a diversidade cultural e do desenvolvimento humano.

“É preciso também criar alternativas, criar novos formatos para antigos mercados. Se não há distribuição, não há consumo”, avalia. Na opinião de Cláudia, é necessário discutir e reelaborar normas de exportação especialmente de produtos culturais. Diz que é preciso refletir sobre a redução de IPI para automóveis e para a linha branca de eletrodomésticos, e porque esta política não beneficia o setor criativo.

“Temos que abrir canais, desobstruir obstáculos que impedem o consumo dos produtos culturais”, analisa. Um dos objetivos da secretaria é também estimular a educação para a competência criativa, fomentar empreendimentos criativos, e promover a formação do gestor do negócio dessas cadeias produtivas. E principalmente entender que a arte é um também um empreendimento, desde a criação, passando pela produção e a prestação de contas.

 



Faça parte da nossa lista!

Receba notícias atualizadas sobre a Mostra

    Aceito receber emails da Mostra de Cinema Infantil

    patrocinadores da Mostra
    Mostra de Cinema Infantil