Pequeno invasor na Mostra

A sessão da manhã deste domingo, 28, começou com o curta catarinense Pequeno Invasor. Esse é o primeiro trabalho da catarinense Makali Andrezzo, desenhado em três semanas e finalizado em sete dias. Makali tem formação na área de artes, já trabalhou com arte-educação e com crianças, e depois de aprender um pouco de animação criou o curta. Para ela, a animação é “trabalhosa e prazerosa”, e o trabalho foi “feito com muita alegria”.

A artista conta que não havia pensado o filme especificamente para crianças. Ela inspirou-se no fato de que sempre pensamos em alienígenas hostis e superiores aos humanos, mas nunca como seres frágeis. Sobre a produção de outros trabalhos, afirma que tudo depende do processo criativo, de quando a ideia vem. Pequeno Invasor foi feito todo em ilustração vetorial no software de animação Flash e posteriormente finalizado em vídeo digital. Makali conversou com as crianças ao fim da sessão.

African Bambi nas planícies africanas
O segundo filme da manhã foi African Bambi, de Alan Miller, longa holandês de ficção com ares de documentário que conta a história que se passa todos os dias nas planícies africanas. Cenários deslumbrantes e belas fotografia e música são o pano de fundo para conhecermos um pouco mais sobre os antílopes e os animais que com eles convivem pela narração de uma velha e sábia girafa. Os predadores não ficaram de fora, e impressionaram as crianças com sua velocidade.

[nggallery id=47]
Foto: Cleide de Oliveira



Faça parte da nossa lista!

Receba notícias atualizadas sobre a Mostra

    Aceito receber emails da Mostra de Cinema Infantil

    logomarcas patrocinadores e realizadores
    Mostra de Cinema Infantil