Palquinho: diversão, cultura e arte

A Simone Fortes saiu de casa neste domingo, 2/7, para um programa que não poderia, segundo ela, deixar de fazer: vir para a Mostra de Cinema Infantil. No fim do dia, no momento do Palquinho, sua filha Lara, 7 anos, ainda tinha energia para dançar e seus amigos, que são seus vizinhos, observavam atentamente ao show do “No Dorso do Rinoceronte”.

“O evento é muito organizado e uma oportunidade de ver filmes de qualidade e acompanhar o cenário do audiovisual. É uma oferta de cultura gratuita para as crianças. Seria um grande desperdício não vir”, afirmou Simone.

A Lara só tinha olhos para os músicos e para os amigos, assim como a Lila, 7 anos, que por vezes parecia estar sendo hipnotizada pelo vocalista Silvio Mansani. “E que a gente é fã do Dorso, porque eles fazem música de qualidade e não se importam com o politicamente correto. Tem música que fala de meleca e a meleca existe, porque não falar dela”, opinou a Carla Trindade, mãe da Lila e do Rami, 4 anos.

Depois de ver as crianças dançando e curtindo o show, Silvio Mansani reforçou a importância desse momento de descontração: “A música é muito ligada ao cinema e tem um papel importante nele. Nada mais legal que os intervalos serem movimentados por esses encontros”, disse.

 

Texto: Letícia Kapper
Fotos: Carolina Arruda



Faça parte da nossa lista!

Receba notícias atualizadas sobre a Mostra

    Aceito receber emails da Mostra de Cinema Infantil

    patrocinadores da Mostra
    Mostra de Cinema Infantil