Filmes com crianças e por crianças em sessão ao vivo na 20 ª Mostra

No bate-papo, mais protagonismo infantil: crianças realizadoras falaram sobre suas produções; sessões ao vivo na parte da tarde, às 14h, seguem até 22 de outubro

Na tela, diferentes linguagens, gêneros, culturas, realidades sociais, relações das crianças com os mundos (reais e da fantasia) e com seus familiares. Em comum a criatividade e alegria delas – as protagonistas dos curtas-metragens exibidos na tarde de terça (19/10), na 20ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, evento online e gratuito.

Cena de “UNI-DUNI-TÊ, de João Manoel Albuquerque Victoria, SC

 

A sessão com os filmes e vídeos “Ideia idiota”, “UNI-DUNI-TÊ”, “Dádiva”, “Vlog da Nina”, “Sexta Dazartes – Como ser DJ” e “Meninas Coelhas” mostrou que produzir audiovisual é coisa de criança, sim. Alguns filmes foram feitos com ajuda dos pais e outros somente por elas, como “Meninas Coelhas”.

“A gente fez com facilidade e se divertindo. Não pensei que fosse ser exibido em uma mostra de cinema”, disse, surpresa, Isabella Serpa, 11 anos, que fez o filme “Meninas Coelhas” junto com Helena Shaw, de mesma idade. 

As sessões de cinema ao vivo + bate-papo no canal da Mostra no YouTube, na parte da tarde, às 14h, seguem  até 22 de outubro. No sábado – 23/10, às 16h, tem exibição especial, em sessão única, de Tarsilinha, de Celia Catunda e Kiko Mistrorigo. Acesso a partir do https://www.mostradecinemainfantil.com.br/programacao/

 

Filmes por para se expressar no período pandêmico

A pandemia foi tema recorrente no bate-papo com a participação das crianças que realizaram os filmes, afinal, foi preciso se reinventar neste período e muitos audiovisuais surgiram daí. 

“Eu sempre adorei atuar nos filmes e meu pai me ensinou a editar no ano passado, na quarentena”, contou Helena.

 

 

“Dádiva”, com direção de Evelyn Santos (SP), foi outro curta-metragem produzido no período pandêmico. 

“A gente quis fazer um filme carta, em meio a pandemia, porque foram as crianças que mais sentiram. Mas a Maite é uma alegria pra nós, então a gente quis fazer um filme alegre”, disse Rodrigo Sousa, tio da Maite, 5 anos, que a filmou para o curta-metragem “Dádiva”, com câmera Super-8.

 

Cena de Dádiva, de Evelyn Santos, SP

 

Participaram da conversa Lucy, 6 anos, de Osasco – SP, e seu pai Leandro; Nina, 11 anos, de Florianópolis (SC), e seu pai Marko; Maite, 5 anos, de São Paulo – SP, e sua mãe Ingrid e tio Rodrigo; Isabela, 11 anos,  de Florianópolis (SC); Helena, 11 anos, de Florianópolis (SC) e sua mãe Rita; e João Manoel, 10 anos, de Florianópolis (SC), e sua mãe Mariângela. 

Sobre a Mostra 

A 20ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis segue até 31 de outubro, online e gratuita, com 140 filmes, shows de música, sessões de cinema com transmissão ao vivo e bate-papo, oficinas, masterclass, Encontros de Cinema Infantil e Encontros de Mercado – mif.kids.

Confira a programação em https://www.mostradecinemainfantil.com.br/programacao/

 

Como acessar a programação 

Basta entrar no www.mostradecinemainfantil.com.br, navegar pelos programas de filmes, escolher os títulos que vai assistir e clicar nos links de acesso. 

Para participar das sessões e atividades ao vivo, localize o evento desejado na programação e, na hora marcada para acontecer, clique no link de acesso. 

Vote para escolher o melhor filme

–Você sabia que pode votar para escolher o melhor filme da Mostra Competitiva da 20ª edição?

No total são mais de 130 filmes de 23 países, uma seleção que reflete as diversas infâncias do Brasil e do mundo.

Então não esqueça de avaliar os filmes que assistir e, assim, participar da votação popular para escolha do melhor filme da 20ª Mostra.

Acesso aos curtas-metragens pelo https://www.mostradecinemainfantil.com.br/filmes2021/



Faça parte da nossa lista!

Receba notícias atualizadas sobre a Mostra

    Aceito receber emails da Mostra de Cinema Infantil

    patrocinadores da Mostra
    Mostra de Cinema Infantil