Bate-papo na Sessão de Curtas Nacionais

Oito filmes foram exibidos na Sessão de Curtas Nacionais na tarde deste sábado, 9 de julho, no Teatro Governador Pedro Ivo.

Entre os filmes exibidos, dois curtas catarinenses. Bubble surgiu com a conclusão do trabalho de curso de Daniela Bragaglia e Marina Pinho, que se basearam na música Tuplec Tuplim bolinha de sabão. Produzido por Vanusa Ferlin, Meu tio que me disse aborda o cuidado dos adultos ao se expressas e falar com a presença dos pequenos por perto.

Muitas questões diferentes foram abordadas pelos curtas exibidos. O Jovem Príncipe mostra que a amizade e o amor são mais importantes que a aparência. Já Lena e o mundo do faz de conta ensina que é errado contar mentiras. A sessão também apresentou Fadas magrinhas, uma história musicada sobre o mundo das fadas por Lulu e Aninha.

A animação Aquitã, o indiozinho conta como o menino superou o medo do escuro e Virando gente explica a trajetória dos bebês na barriga na mãe até começarem a andar. Uma menina de luz e cheia de animação é contada em Os atrasados da Sol.

Após a sessão, um bate-papo foi realizado com Marina Pinho, uma das diretoras de Bubble, e Vanusa Angelita Ferlin, de Meu tio que me disse. Entre as questões abordadas, Fabiana Franzosi, que preparou as crianças do elenco de “Meu Tio… ” explica que é preciso lembrar que são crianças e as cenas devem ser realizadas no limite delas.

 

Fotos: Kélen Oliveira

 



Faça parte da nossa lista!

Receba notícias atualizadas sobre a Mostra

    Aceito receber emails da Mostra de Cinema Infantil

    logomarcas patrocinadores e realizadores
    Mostra de Cinema Infantil