QUINTA-FEIRA, 04 DE JULHO | CEART/UDESC

OFICINA Práticas Criativas da Banda Mirim

A proposta da oficina é o compartilhamento de modos de criação teatral e musical desenvolvidos ao longo dos 15 anos de trajetória da Banda Mirim.

Ministrantes: integrantes da Banda Mirim

Público-alvo: arte-educadores, estudantes de artes cênicas e música, iniciados e interessados no universo pedagógico infantil

Horário: 15h

Duração: 03 horas

Vagas: 30

Local: Espaço I do CEART/Udesc (Av. Madre Benvenuta, nº 1907, Itacorubi, Florianópolis/SC)

Inscrições: através do formulário https://bit.ly/2YWGGGI. Mais informações através do fone (48) 99138-2322

 

SÁBADO, 06 DE JULHO | CINEMA DO CIC

10h • FÓRUM CINEMA E EDUCAÇÃO • SESSÃO PRIMEIRAS EXPERIÊNCIAS

Bate-papo com os idealizadores dos projetos. 

Como fazer açaí
de Rita de Cácia Oenning da Silva, AM, documentário, 2018, 6 min

 

Rancho de amor à Ilha
de Ally Collaço, SC, animação, 2018, 3 min – convidado

 

Negra clara
de Anderson Lima, BA, ficção, 2018, 5 min

 

Fora de controle
de Maia Silva, SC, ficção, 2019, 9 min

 

Ninguém é igual à ninguém
de Jeane Candido, RS, musical, 2014, 6 min – convidado

 

Giralua
de Cássia Wagner, Franciele Sauthier, Vinicius Martins e Everton Mayer, ficção, RS, 2017, 6 min – convidado

 

A hora da fruta
de Maia Silva, SC, ficção, 2019, 9 min – convidado

 

Desde 2002 promovendo debate sobre Cinema Infantil no Brasil

Quando a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis iniciou, em 2002, o debate sobre cinema infantil no Brasil ou sobre uma política cultural para o público infanto-juvenil era praticamente inexistente. Percebemos que para continuar a fazer a Mostra anualmente precisaríamos provocar essa discussão.

Não só o debate sobre incentivos e políticas para produção audiovisual voltada à infância e adolescência. Mas também sobre o conteúdo destes filmes, que são exibidos para um público em formação. O cinema infantil é diferente e específico, e precisa de atenção especial, porque não envolve somente entretenimento, mas também a educação dos nossos filhos e a cultura do nosso país.

A Mostra de Cinema Infantil acredita que a construção de um novo pensamento sobre a infância e adolescência está em curso. Estimular o diálogo entre pesquisadores, produtores e gestores; integrar ações e experiências e incentivar a criação de políticas públicas efetivas são proposições que projetarão um futuro com mais cultura para o público infanto-juvenil e consequentemente para o país.

Veja como foi a Programação para o Público Adulto nas edições anteriores da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis