Anúncio dos premiados no domingo


Neste domingo também serão conhecidos os grandes vencedores da 9ª Mostra. Entre eles os filmes premiados pelo júri e o público e do 3º Pitching, com o projeto de longa que representará o Brasil em festival na Suécia. O anúncio será feito durante o encerramento, antes do show Pequeno Cidadão, no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC).

No total, 73 curtas-metragens de 14 estados brasileiros concorrem a quatro prêmios-aquisição conferidos pela TV Brasil. A parceria com a emissora pública federal permitiu ampliar a premição este ano e elevá-la a um valor inédito no histórico da Mostra, que soma R$ 20 mil.

As categorias de Melhor Ficção e Melhor Animação serão escolhidas por um júri formado por profissionais de Cinema e Educação. O Melhor Filme será definido pelo júri popular; o Prêmio Especial, por um júri formado exclusivamente pelas crianças.

Neste domingo também será conhecido o projeto de longa-metragem vencedor do 3º Pitching, que terá participação assegurada no Fórum de Financiamento do BUFF Festival de Malmö, na Suécia, um importante canal no mercado audiovisual para a busca de financiamento estrangeiro e distribuição do filme no exterior.

Seis projetos são candidatos a buscar coprodução internacional: “As aventuras do avião vermelho” (RS), “A oitava princesa” (SP), “Corda bamba” (RJ), “O menino no espelho (MG), “O segredo do violinista” (SP) e “Teca e Tuti: Uma noite na biblioteca” (SP).

Os jurados do 3º Pitching avaliaram os candidatos no último sábado, em apresentação pública no Majestic Palace Hotel. A defesa dos projetos envolveu explanações sobre personagens, enredo, linguagem, estrutura narrativa, abordagem estética, parcerias já firmadas, além do estágio de desenvolvimento do projeto. Coordenada pela diretora do Festival Internacional de Cinema Infantil do Rio de Janeiro, Carla Esmeralda, a banca tem o desafio de identificar o filme de maior vocação para o mercado europeu.

Para o representante do BUFF Festival da Suécia, Mikael Svensson, o profissionalismo e a qualidade dos projetos apresentados tornam a tarefa difícil. “Antes de chegar aqui eu não esperava ver tanta qualidade nos projetos apresentados. Todos eles estão muito bem desenvolvidos, são projetos ambiciosos, e já estão muito bem orçados”, destaca Svensson, que também atua como o representante sueco da Film Commission na Europa.

Deixe seu comentário