Mostra lança coletânea de curtas exibidos ao longo de 20 anos de história

A Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis disponibiliza, a partir desta quinta-feira (13/5), uma nova coletânea de dezesseis curtas brasileiros em seu canal de YouTube. O objetivo é dar acesso a cinema de qualidade de conteúdo e técnica de maneira gratuita e facilitada.

A Traça Teca é um dos novos filmes disponíveis no canal da Mostra no Youtube

Atualmente, 54 filmes estão liberados para serem assistidos a qualquer momento. Até o final do ano, cerca de 100 curtas estarão disponíveis. 

A coletânea traz filmes que representam a diversidade da infância do nosso país. Produzidos em Santa Catarina, Minas Gerais, Amazonas, Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal e Paraná, fazem parte do acervo da Mostra.

“É um presente para celebrar os 20 anos de ação ininterrupta em prol da cultura e do cinema para a infância. Neste momento de pandemia, o audiovisual tem papel importante e essa seleção de filmes pode ajudar pais e educadores”, afirma Luiza Lins, diretora da Mostra. 

Os filmes abordam questões atuais e apresentam diferentes realidades de maneira lúdica.  Temas como preservação ambiental, diversidade cultural, valorização do protagonismo negro, respeito aos idosos, lendas indígenas, infância das crianças que moram no campo, na periferia e dos imigrantes estão presentes nesta seleção.

Todos os filmes são de classificação livre e a equipe da Mostra sugere que pais e professores assistam aos curtas antes de indicar para as crianças.

Assista aos filmes agora clicando aqui!

 

História da Mostra

Essa seleção conta um pouco da história da Mostra. Entre os títulos estão a “Traça Teca”(SP, 2002), animação com cenas em live action que mostra o mundo mágico de uma biblioteca, exibido em uma das primeiras edições do evento. 

Estão na lista filmes vencedores da 19ª Mostra: a animação “Napo” (PR, 2020), de Gustavo Ribeiro, e a ficção “Colméia”(SP, 2020), de Karinna De Simone (SP).

A coletânea traz também histórias baseadas na literatura nacional, como a do filme “Nas Asas do Condor” (AM, 2007), da diretora Cristiane Garcia, inspirado em um conto de Milton Hatoum (Manaus, 1952) que se passa no Amazonas; e a história de uma menina muito pequenina narrada no primeiro curta-metragem do escritor João Batista Melo, “Tampinha”(MG, 2004).

Catarinenses da coletânea

Nesta seleção, que apresenta um valoroso mapa das infâncias brasileiras, não poderia faltar filmes catarinenses. A curadoria selecionou o documentário “O Ser Curioso” (SC, 2014), de Júlia Machado, que apresenta o Garapuvu, árvore nativa de Florianópolis, às crianças; e  “Fermento”(SC, 2020),  curta metragem de ficção dirigido por Carlos Eduardo Ceccon, exibido na 19ª Mostra. Assista a seguir e depois visite o canal da Mostra de Cinema Infantil no Youtube para assistir muito mais filmes!

“O Ser Curioso” ( 2014)

 

“Fermento”(2020)

Sobre a Mostra de Cinema Infantil

É um festival de cinema para crianças, jovens e suas famílias, com programação também para realizadores e educadores. Acontece há 20 anos anualmente e tem como objetivo levar arte gratuita para as crianças. Em 2020, teve sua primeira edição on-line, ampliando sua atuação até então regional para nacional.

Tem como propósito fortalecer a essência da infância, mostrar a diversidade cultural brasileira e ampliar a visão de mundo de crianças e jovens por meio da arte. 

Outros projetos da Mostra: Circuito de Cinema Catarinense, evento dedicado a educadores que chega em 2021 a sua 10ª edição – 14 a 19 de junho;  e cineclube da Mostra, que dá acesso a filmes que estão fora do mercado (salas de cinema comerciais ou plataformas de streaming) e proporciona a experiência do cinema gratuitamente. Foi iniciado em 2017, mas interrompido por conta da pandemia. Assim que possível, voltará a acontecer todos os sábados. 



Faça parte da nossa lista!

Receba notícias atualizadas sobre a Mostra

    Aceito receber emails da Mostra de Cinema Infantil

    Mostra de Cinema Infantil