Figuras históricas são personagens de longa

Cristovão Colombo, Leonardo Da Vinci e Mona Lisa protagonizam uma aventura em busca de um tesouro perdido em uma ilha amaldiçoada. A lenda conta que o lugar é protegido pelo monstro marinho Nautilus, que impede os navios europeus de chegarem as Américas.

“Toda a brincadeira rola de uma história que poderia ter acontecido” declara Rodrigo Gava. O diretor explica que a ideia surgiu pelo fato de ambos terem vivido na Itália, Cristovão Colombo em Génova e Leonardo da Vinci em Amboise, e a diferença de idade entre eles ser de apenas um ano.

A ficção, que veio sendo produzida desde 2007, traz personagens históricos e mescla diferentes mundos. O Conde de Saint Germain, seguido pelos templários, tem uma briga com o rei do mar, que comanda sereias e tritões. Os personagens, inspirados em figuras reais, não passaram batido pelas crianças, como Camila, que questionou no debate sobre uma possível continuação com a presença de Pedro Alvares Cabral, mencionado rapidamente no longa-metragem.

A ligação histórica da animação não está presente somente nos personagens. No filme, a ilha que possui um tesouro, Hi Brazil, faz parte de uma lenda Viking, que menciona uma ilha fantasma no oceano atlântico que esconde ouro e uma natureza exuberante.

O filme, que ainda não saiu em circuito, teve uma pré-estreia na Mostra. Marco Altberg, produtor da animação, conta que buscam levar o longa ao cinema, mas que existe uma dificuldade de distribuição e exibição devido a forte presença do cinema internacional infantil no país. As aventuras do Pequeno Colombo já foi exibida no Cine PE, no Festival Internacional de Cinema Infantil, no Anima Mundi e no Festival de Cinema Brasileiro em Paris.



Faça parte da nossa lista!

Receba notícias atualizadas sobre a Mostra

    Aceito receber emails da Mostra de Cinema Infantil

    patrocinadores da Mostra
    Mostra de Cinema Infantil