A 12ª Mostra de Cinema Infantil exibiu documentários, curtas e longas-metragens para mais de 25 mil pessoas, em 17 dias de evento, além de promover debates sobre cultura e educação na infância. Pelo menos 17 mil pessoas participaram das atividades no Teatro Pedro Ivo, em sessões para escolas e público em geral. Mais de 7,5 mil alunos receberam a Mostra Itinerante em escolas da Grande Florianópolis. O homenageado desta edição foi o poeta brasileiro Manoel de Barros, um dos mais aclamados na contemporaneidade, que recebeu o Prêmio Amigo da Mostra pelas mãos da bisneta Stella Barros.

Mostra Competitiva

A Mostra Competitiva analisou 72 dos 90 curtas exibidos e premiou dois ganhadores, eleitos pelo júri adulto e pelas próprias crianças. Participaram do júri adulto profissionais com grande referência em jornalismo, educação e audiovisual infantil no país: a repórter Thais Caramico; a documentarista Gabriela Romeu; a produtora de documentários e ficções Samanta Ribeiro; e os doutores em Educação Marcus Tavares e Mônica Fantin.

Os curtas vencedores da Mostra Competitiva de 2013 foram:

A História dos Meninos que Andavam de Noite, de Flávio Barone, ficção, SP, 2013, 15′. (eleito pelo público infantil)

Sonhos, de Haroldo Borges, ficção, BA, 2013, 15′. (eleito pelo júri adulto)

Encantadores de Histórias, de Raquel Piantino, animação, DF, 2013, 7′. (menção honrosa do júri adulto)

Longas, Oficinas e Shows

MG_6891Entre os longas exibidos na Mostra, três para adultos e 12 infantis, destaque para a animação Lotte e o Segredo da Pedra da Lua e para o documentário de produção multinacional I’m Eleven, sobre a vida de crianças de 11 anos em 15 países do mundo.

A Mostra ofereceu ainda duas oficinas: uma de construção de bonecos e máscaras em látex, com os profissionais Sérgio Tastaldi e Márcia Pagani, e um workshop de teatro para crianças, com a atriz Raquel Stüpp.

O encerramento da Mostra foi agraciado com o espetáculo Crianceiras, concebido pelo músico Márcio de Camillo, a partir da obra do poeta Manoel de Barros. O espetáculo reuniu teatro, cinema de animação, música, tecnologia digital e literatura.

Além das sessões realizadas durante a Mostra e o Circuito Estadual de Cinema Infantil, há um número incalculável de exibições no canal infantil do site www.filmesquevoam.com.br. A página disponibiliza filmes para download gratuito, oferecendo o acervo da Mostra para pequenos festivais em escolas, cineclubes e outros centros culturais.

A Mostra é muito mais do que um festival de cinema. É um projeto sócio cultural, que promove educação, formação de platéia para o cinema, ampla inclusão social e valorização da cultura brasileira.

Público Adulto

MG_0307Quase 500 adultos participaram da programação da Mostra, entre debates e exibições de longas no CIC e na Fundação Badesc. O documentário Muito Além do Peso, de Estela Renner, promoveu uma discussão sobre a obesidade infantil. O filme A Educação Proibida, do diretor argentino Germán Doin, critica a educação tradicional por meio de depoimentos de educadores de oito países da América Latina. Já o Sementes do Nosso Quintal deu o tom de nostalgia à programação, comovendo e encantando a plateia. O longa foi produzido no “quintal mágico” da instituição de educação infantil que a diretora paulista Fernanda Heinz Figueiredo frequentou quando criança.

Além da exibição dos filmes, o público adulto também pode participar do Seminário Educação e Audiovisual e do 9º Encontro Nacional do Cinema Infantil, Cultura e Infância, que debateu temas relevantes com a participação de importantes convidados.

 

Circuito Estadual

Através do Circuito Estadual de Cinema Infantil, filmes brasileiros participantes da Mostra ainda foram exibidos para mais de 100 mil crianças em 111 municípios catarinenses. Pelo menos 50 gestores culturais participaram de capacitações realizadas durante a Mostra e receberam material necessário para a realização do projeto em suas respectivas cidades. O foco do Circuito é justamente capacitar os municípios para que surjam novas mostras de cinema em cineclubes locais.

Na programação do Circuito foram exibidos 18 curtas-metragens nacionais do acervo da Mostra. Além de apresentar ao público a diversidade cultural dos estados brasileiros, os filmes também podem ser assistidos por portadores de necessidades especiais, já que tem opções com audiodescrição e LIBRAS.

Veja também

Notícias 2013

Oficinas 2013

Progrmação Público Adulto 2013

Fotos 2013