Conheça os filmes selecionados


Em sua 16ª edição, festival traz filmes nacionais e internacionais e destaca o momento da animação no país.

selecionados-web

A Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis chega aos 16 anos com um retrato da produção de curtas metragens nacionais para crianças. Dos 202 filmes inscritos, em torno de 80% são de animação. Foram 58 filmes selecionados: 45 brasileiros e 13 internacionais. São Paulo mais uma vez é o estado que lidera a lista com supremacia, com 15 títulos. A Mostra acontece entre os dias 1 e 9 de julho, no Teatro Governador Pedro Ivo, em Florianópolis, e também posteriormente em várias cidades catarinenses, através do Circuito de Cinema Infantil.

De acordo com Luiza Lins, diretora da Mostra, a liderança paulista deve-se principalmente às políticas de incentivos dos governos estadual e municipal. Depois de São Paulo, entre os estados com mais filmes selecionados, estão o Rio de Janeiro e Distrito Federal, com cinco; Rio Grande do Sul e Santa Catarina com quatro; Espírito Santo, Bahia e Minas Gerais com dois; Ceará, Goiás, Pará, Paraíba e Pernambuco com 1. Na categoria internacional, há curtas da Espanha ( 4), Alemanha (2),  Argentina (1) , Chile (1) , Eslovênia (1) , Geórgia (1),  Irã (1),  Nigéria (1) e Reino Unido (1).

Ainda conforme Luiza, as crianças praticamente desconhecem a cinematografia de alguns destes países, e por isso a Mostra Competitiva Internacional apresentará duas sessões de curtas, uma para crianças com dublagem ao vivo, e outra para jovens, que abordam temas contemporâneos como guerra, imigração e tecnologia.

Para as produções nacionais, em parceria com a TV Futura, o festival concederá quatro prêmios no valor de R$ 5 mil: Melhor Animação e Melhor Ficção, escolhidos pelo Júri Oficial; Prêmio Júri Popular, concedido pelo voto do público; e o Prêmio Especial, apontado por um júri formado por crianças. Os melhores filmes estrangeiros recebem troféu da Mostra.

Além das janelas competitivas, o festival apresenta sessões de filmes de curta e longa-metragem de todo mundo e oficinas para crianças. Integra a programação para adultos uma oficina de roteiro para audiovisual, voltada para realizadores interessados neste público. Na programação do Fórum de Cinema e Educação, haverá capacitação para a valorização do patrimônio cultural afro-brasileiro por meio do projeto “A Cor da Cultura”, em parceria com o Canal Futura.

Se por um lado o cinema de animação vem ganhando força no país, impulsionado por incentivos federais, a ficção para meninos e meninas não acompanhou este crescimento. Para a diretora, a inconstância do Edital Curta Criança, lançado em 2003 para premiar projetos de curtas metragens de todo o país, influenciou diretamente neste panorama. “O curta metragem é um formato que as crianças adoram e é muito usado nas escolas. É urgente a retomada deste edital.”

 

Veja a lista completa de filmes selecionados para a Mostra 2017

 

 MOSTRA COMPETITIVA NACIONAL

  1. A árvore de Humberto (de alunos do projeto animação, animação, ES, 2016, 14’36’’)
  2. A luta (de Bruno Bennec, ficção, RJ, 2016, 16’20’’)
  3. A primeira flauta (de Simon Brethé e Ricardo Poeira, animação, MG, 2017, 3’47’’)
  4. A roupa nova do Papai Noel (de Guto Bozzetti e André Bozzetti, ficção, RS, 2016, 10’23’’)
  5. As aventuras do Chaua (de alunos do projeto animação, animação, ES, 2016, 4’)
  6. As aventuras do Menino Pontilhado (de Leo Tabosa, animação, PE, 2016, 14’)
  7. As cores da chuva (de Marcio Cabral, animação, SP, 2015, 7’48’’)
  8. Bola de trapos (de Carlos Avalone, animação, SP, 2017, 4’16’’)
  9. Brincando entre estrelas (de Marcelo Salerno, animação, 2016, RJ, 2’06’’)
  10. Brinquedo novo (de Rogério Boechat, animação, RJ, 2017, 6’30’’)
  11. Caminho dos gigantes (de Alois Di Leo, animação, SP, 2016, 11’52’’)
  12. Como fazer um pião (Rita de Cácia Oenning da Silva, documentário, SC, 2017, 3’09’’)
  13. Crisálida (de Sérgio Melo dos Santos, ficção, SC, 2016, 17’24’’)
  14. Dourado (de Bernardo Teixeira, ficção, MG, 2016, 8’15’’)
  15. Eric acorde (de Telmo Carvalho, animação, CE, 2016, 7’43’’)
  16. Euá – a fonte (de Renato Barbieri, Adriana Meirelles, animação, DF, 2017, 5’)
  17. Festa no céu (de Renato Barbieri e Adriana Meirelles, animação, DF, 2017, 5’)
  18. Godofredo, nave (de Eva Furnari, animação, SP, 2016, 5’26’’)
  19. Godofredo, o caminhãozinho (de Eva Furnari, animação, SP, 2016, 5’18’’)
  20. Godofredo, radio (de Eva Furnari, animação, SP, 2016, 5’23’’)
  21. Godofredo, sorvete (de Eva Furnari, animação, SP, 2016, 5’18’’)
  22. Ilha das crianças (de Zeca Ferreira, ficção, RJ, 2016, 12’)
  23. Lipe, vovô e o monstro (de Felippe Steffens e Carlos Mateus, animação, RS, 2016, 8’48’’)
  24. Luiz (de Alexandre Estevanato, ficção, SP, 2017, 16’24’’)
  25. Macacada (de Thomas Larson, animação, SP, 2016, 4’05’’)
  26. Médico de monstro (de Gustavo Teixeira, ficção, SP, 2017, 11’01’’)
  27. Meninos verdes (de Rosa Berardo, animação, GO, 2016, 10’10’’)
  28. Milktoon (de Renato Barreto, animação, BA, 2015, 6’)
  29. No caminho da escola (de alunos do projeto animação, animação, ES, 2016, 9’18’’)
  30. Nossa vida no Amazonas: uma resposta às crianças da eFaz (de Kurt Shaw, documentário, SC, 2016, 9’24’’)
  31. O Awa Poanpé (de Julia Vellutini, animação, SP, 2017, 5’27’’)
  32. O diário de Mika: o dente de leite (de Elizabeth Mendes, animação, SP, 2016, 7’)
  33. O fim da fila (de William Côgo, animação, RJ, 2016, 2’47’’)
  34. O jabuti e a fruta (de Renato Barbieri e Adriana Meirelles, animação, DF, 2017, 5’)
  35. O macaco e a velha (de Renato Barbieri e Adriana Meirelles, animação, DF, 2017, 5’)
  36. O menino leão e a menina coruja (de Renan Montenegro, ficção, DF, 2017, 16’05’’)
  37. O pequeno mundo de Dante (João Godoy Rocha e Fernando Ferraz, animação, SP, 2016, 2’30’’)
  38. Òrun Àiyé – a criação do mundo (de Jamile Coelho e Cintia Maria, animação, BA, 2015, 12’)
  39. O último índio (de Maria Teresa Murer, animação, RS, 2017, 12’15’’)
  40. O voo do beija-flor (de Ana Cláudia Melo, animação, PA, 2015, 1’)
  41. Pequenas cenas mudas (de Thiago Montelli, animação, SP, 2017, 11’)
  42. Sai da frente (de Artur Fernandes Bryk, animação, SP, 2017, 2’47’’)
  43. Uma aventura na Caatinga (de Laercio Ferreira Filho, animação, PB, 2017, 12’)
  44. Vagalume (de Fernanda Silveira, animação, SC, 2016, 4’)
  45. Vento (de Betânia Furtado, animação RS, 2016, 13’50’’)

Mostra Competitiva Nacional

  • Filmes Inscritos: 161 Filmes
  • Filmes Selecionados: 45 Filmes
  • Selecionados por Categoria: 2 Documentários | 8 Ficções | 35 Animações
  • Selecionados por Estado: 15 São Paulo | 5 Rio de Janeiro | 5 Distrito Federal | 4 Rio Grande do Sul | 4 Santa Catarina | 3 Espírito Santo | 2 Bahia | 2 Minas Gerais | 1 Ceará | 1 Goiás | 1 Pará | 1 Paraíba | 1 Pernambuco

 

SELECIONADOS PARA MOSTRA COMPETITIVA INTERNACIONAL

  1. (Otto) (de Job, Joris & Marieke, Holanda, animação, 2015, 10’)
  2. Camino de agua para un pez (de Mercedes Marro, Espanha, animação, 2016, 7’)
  3. Darrel (de Marc Briones e Alan Carabantes, Espanha, animação, 2016, 3’)
  4. Hewat (de Afsun M. Nezhad, Alemanha, ficção, 2016, 9’58’’)
  5. I am Sami (de Kae Bahar, Reino Unido, ficção, 2014, 15’)
  6. Just this once (de Mohammad Hassan Shahmohammadi, Irã, ficção, 2016)
  7. Koyaa – naughty toy car (de Kolja Saksida, Eslovênia, animação, 2017, 2’45’’)
  8. Kukuschka (de Dina Velikovskaya, Russia, animação, 2016, 8’)
  9. La guerra de colores (de Juan Carlos Nuñez, Chile, animação, 2017, 7’06’’)
  10. The Earth at my hands (de Nicolás Conte, Argentina, animação, 2016, 4’22’’)
  11. The mighty walls of Benin (de Adamu Waziri, Nigéria, animação, 2016, 10’56’’)
  12. The portraits (de Tamuna Saneblidze, Georgia, ficção, 2016, 5’32’’)
  13. When sparrows munch (de Elisa Klement, Alemanha, ficção, 2016, 10’32’’)

 

Mostra Competitiva Internacional

  • Filmes Inscritos: 41 Filmes
  • Filmes Selecionados: 13 Filmes
  • Selecionados por Categoria: 5 Ficções | 8 Animações
  • Selecionados por País4 Espanha | 2 Alemanha | 1 Argentina | 1 Chile | 1 Eslovênia | 1 Geórgia | 1 Irã | 1 Nigéria | 1 Reino Unido

3 Respostas

  1. Quando abre as inscrições para levar um grupo de crianças de 5 e 6 anos?

  2. Humberto Braga

    Como é possível acompanhar a mostra. Tenho acompanhado regularmente a produção de teatro para crianças. Gostaria de acompanhar e comparar a produção de cinema para o público infantil.

  3. ALEXANDRE ESTEVANATO

    Estamos muito felizes com a seleção de nosso curta-metragem para a edição deste ano. É um grande festival, uma janela de exibição muito importante em nosso país. Parabéns e Vida Longa à Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis !!!

Deixe seu comentário