Mostra de Cinema Infantil percorre escolas através do Circuito e da itinerância

Mostra de Cinema Infantil percorre escolas através do Circuito e da itinerância


Na manhã desta sexta-feira (6), a Fundação Catarinense de Educação Especial abriu seu auditório para a Mostra de Cinema Infantil. Assim como outras 10 escolas do Continente e do Sul da Ilha que participam da itinerância da Mostra, ela exibiu para os alunos do Centro de Educação Infantil (CEI) São José e do Interativo Aplicação uma sessão com curtas que estão sendo apresentados neste ano.

Uma média de 70 crianças estava no auditório para a manhã de cinema. Foi o terceiro ano da Fundação na itinerância da Mostra. Gabriela Amorim, regente de uma das turmas do CEI São José, trouxe seus 22 alunos: “É um momento muito importante porque eles já têm as referências que caracterizam esse espaço de cultura: o escurinho, a tela, o silêncio.”

Beatriz e Camila
Beatriz e Camila

Camila Martins é auxiliar de educação especial na mesma turma de Gabriela. Ela estava acompanhando Beatriz Borges, de cinco anos, portadora de autismo. E era a primeira vez da menina no cinema. “Vai ser uma experiência nova, talvez ela fique um pouco agitada por causa do escuro”, explicou a professora. “Acho que é uma ideia diferente, que deveria acontecer com mais frequência”, complementou ela sobre a Mostra.

Igor, Sabrine e Rhudson
Igor, Sabrine e Rhudson

No público, encontramos outro menino que estranhou o escuro. Igor estava no colo de Sabrine Hoffmann, auxiliar de sala de uma das turmas do CEI São José. Assim como Ana Beatriz, ele também é autista. “Eles interagem normalmente com os colegas. O Igor está no meu colo porque estranhou o escuro. Mas agora já se sente seguro”, comentou Sabrine. Na sua turma, além de Igor, duas outras crianças são especiais: Rhudson também tem autismo e Isadora porta Síndrome de Down.

No fundinho da plateia, encontramos Gleyse, que “veio para trazer o mano”. Ela é mãe de Arabela (quatro anos), aluna do CEI São José, e de Cristofer (seis anos), que já saiu do colégio mas não queria perder a sessão de cinema. Depois dos curtas, chegou a hora da pipoca. Na saída, perguntamos para as crianças qual foi o filme preferido. “O dos carrinhos!”, disseram em coro fazendo referência a “Andar de Trem”, animação de Jon Russo.

Além da itinerância, a Mostra de Cinema Infatil amplia sua atuação com o Circuito Estadual – que passará por 160 municípios catarinenses. No Circuito, as escolas exibem um DVD com filmes que já estiveram em outras edições da Mostra. Para saber mais sobre a atuação do Circuito, confira o vídeo feito na sessão da Escola Beatriz de Souza Brito, no bairro Pantanal:

Veja aqui as fotos da sessão na Fundação Catarinense de Educação Especial!

Fotos: Henrique Pereira

 

Deixe seu comentário