Debate 2002


Debatedores após o debate, no Café MatisseNa primeira edição da Mostra foram realizados na sala de cinema do CIC dois debates, direcionados a educadores e profissionais envolvidos com a formação da criança. Participaram das discussões cerca de 250 pessoas.

Tendo como tema “O cinema e a criança cidadã”, na quarta-feira, 17 de julho, participaram da mesa o cineasta Cao Hamburger, diretor do filme Castelo Rá-Tim-Bum; a cineasta Tânia Lamarca, diretora do filme Tainá; Patrícia Durães, diretora do Projeto Cinema na Escola do Espaço Unibanco de Cinema de S. Paulo; e o educador Edmílson de Castro.

O debate foi mediado pelo jornalista José Geraldo Couto, crítico de cinema e colunista da Folha de S. Paulo.Na quarta-feira, 24 de julho, o tema do debate era “Cinema e Imaginário Infantil”.

Para discuti-lo, foi convidado um grupo seleto de especialistas: a psicoterapeuta Maria Luiza Vieira Santos, sócia-fundadora do Grupo de Psicodrama de Florianópolis e uma das idealizadoras do Crescendo e Aprendendo, um projeto de utilização profilática dos meios de comunicação de massa veiculado pela RBS TV de Santa Catarina; a professora Gilka Girardello, doutora em Educação pela UFSC, que vem desenvolvendo, ao lado de colegas, um estudo minucioso sobre mídia do qual resultou o evento “Mídia e Imaginário Infantil”, realizado na UFSC em 2002; e o professor Mauro Pommer, doutor em Cinema pela Universidade de Paris 1, com diversos artigos publicados em livros e revistas especializadas em comunicação de massa. A mediação ficou a cargo do cineasta Chico Faganello.

Deixe seu comentário